“A Estrela” de Vergílio Ferreira no Teatro Maria Vitória

Por  |  Comentários

imageA Estrela, conto infantil de Vergílio Ferreira está em cena no Teatro Maria Vitória em formato musical infantil, prometendo trazer as crianças de volta ao Parque Mayer.

A peça é destinada a todas as crianças e adultos, especialmente para alunos do 7º ano de escolaridade cujo programa de Língua Portuguesa integra “A Estrela” como leituras integrais de narrativas breves.

O conto original fala-nos sobre Pedro, um menino que subiu ao alto da igreja da sua aldeia para roubar uma estrela ímpar, a estrela mais bela do céu. O roubo é descoberto pelo “velho” da aldeia e Pedro é obrigado a devolver a estrela ao céu perante toda a população. O final é trágico na versão original no entanto, esta adaptação traz-nos um desenlace mais ligeiro apelando ao imaginário infantil.

As músicas remetem-nos para os grandes sucessos da Broadway  e as letras são originais criadas propositadamente para o espetáculo.

O Propagandista Social esteve à conversa com João Frizza, responsável pela encenação do musical. Veja a entrevista:

Propagandista Social: Como surgiu o convite para o projeto?

João Frizza: Este projeto não surgiu com um convite, surgiu da vontade que tinha de voltar a criar algo, falei com um amigo meu, Marco Mercier, que se meteu comigo nesta aventura. Criamos a nossa produtora, a “Vulcão de Aplausos” e decidimos começar por produzir a “Estrela”, primeiro porque é teatro infantil e isso tornava tudo muito mais aliciante pela cor e vivacidade do espetáculo, depois porque é um texto muito bonito e de um grande autor português (Vergílio Ferreira) e por ultimo por ser uma obra leccionada na escola.

PS: Como foi regressar à encenação de um espetáculo?

JF: Regressar à encenação era algo que eu queria muito, se bem que, este regresso foi a minha estreia como encenador no mundo profissional. Encenar e criar são duas coisas que me dão muito prazer porque é como se a minha imaginação ganhasse forma e vida própria e isso é muito bom!

PS: É especial estar no palco do Teatro Maria Vitória?

JF: É especialíssimo! O Maria Vitória é o ultimo teatro aberto no “velhinho” Parque Mayer. Trabalhar naquele teatro era um sonho meu desde muito pequenino, é algo que não sei bem explicar. É a catedral da revista e um dos palcos mais prestigiados do país, por lá passaram os nossos melhores atores, encenadores, cantores, bailarinos, coreógrafos, cenógrafos, figurinistas, músicos, enfim… um leque de grandes artistas que deram vida e alegria aquele palco e que deixaram no ar a maravilhosa energia que existe naquele teatro. Mas mais especial é estar naquele palco com esta maravilhosa equipa, uma equipa jovem mas muito talentosa que luta pelo prestigio deste teatro dando em cada espetáculo o melhor de si.

PS: Qual a mensagem que está por trás da Estrela?

JF: Que nunca devemos desistir dos nossos sonhos, mas que devemos primeiro certificar-mo-nos que ao realizarmos os nossos não estamos a destruir os dos outros. Faz-nos pensar sobre a honestidade, a sinceridade e o perdão de uma forma muito didática e divertida num musical cheio de magia, cor e alegria.

image

Para mais informações sobre o espetáculo consulte as seguintes informações:

Horários:
- Domingo às 11h30 para o público em geral.
- De Terça a Sexta, às 11h e às 14h para escolas.
- Aceitam-se marcações para grupos ao fim de semana em horários especiais a definir.
- Duração média de 45 minutos.

Preços para escolas:
Bilhete individual: €8
Grupos maiores que 40: €5
- Grupos maiores que 30: €6
- Grupos maiores que 20: €7
- Grupos inferiores ou iguais a 20: €8

Preços para o público:
- Primeira Plateia: 10€
- Segunda Plateaia: 8€
- Balcão: 5€

Elenco:
- Diogo Bach, Elia Gonçalves, Flávio Gil, João Duarte Costa, Bruno Alves e Cláudia Soares.

image

Adaptação e Encenação – João Frizza

Coreografias e Direcção Musical – Marco Mercier

Direcção Vocal – FF

Direcção de Produção – Isabel Guerreiro

Estudante de Farmácia, amante das ciências e das artes. Gosto particular por entretenimento em diversas áreas: televisão, cinema, teatro, música.